1 de março de 2010

GLÓRIAS DO PASSADO

Em meados da década de 70 surgiu no futebol português um defesa central de nacionalidade brasileira que impressionava, sobretudo, pela forte compleição física e pela capacidade de marcação. Washington é um nome conhecido em Portugal, essencialmente, pelos anos que jogou Varzim SC, embora também tivesse representado outros clubes nacionais ao longo da sua passagem pelo nosso país.
Passagem essa que acabou por tornar-se definitiva, pois o brasileiro Washington, terminada a carreira de futebolista, permaneceu em Portugal, passando a desempenhar funções de treinador, sobretudo, na área da formação de futebolistas.

O brasileiro Washington Geraldo Dias Alves, nasceu no dia 3 de Setembro de 1947 na localidade de Barão de Coçais, no Estado de Minas Gerais. O seu percurso futebolístico, claro está, começou no futebol brasileiro onde se notabilizou ao serviço do CR Flamengo.

Washington, bastante jovem, representou o popular CR Flamengo desde o ano de 1969 até finais de 1971. Ao serviço daquele grande clube, o defesa Washington realizou um total de 85 jogos, acabando por conquistar, com maior relevância, a Taça Guanabara de 1970.
Fez a sua estreia oficial com a camisola do “Fla” no dia 19 de Novembro de 1969, num encontro entre o CR Flamengo e o S. Paulo FC, em que a formação do Rio de Janeiro foi derrotada, em casa, por 1-4.

Naquela altura, este jovem defesa brasileiro era uma das maiores revelações do “Mengão”, mas Washington era também bastante conhecido por ser irmão de Geraldo Cleofas Dias Alves, um futebolista da década de 70, a quem muitos auguravam enorme futuro e que viria a falecer, inesperadamente, durante uma operação as amígdalas.

Entretanto, em 1974, surge a oportunidade de Washington viajar para Portugal para representar o SC Espinho, o mais novo primodivisionario do futebol português. A equipa espinhense participaria pela primeira vez na sua história no Campeonato Nacional da 1ª Divisão na temporada de 1974/75.

O defesa central Washington foi um dos principais reforços do SC Espinho treinado pelo técnico português Fernando Caiado. Chegou ao clube como um jogador muito experiente e cotado, sobretudo, pela passagem pelo CR Flamengo, tendo formado com Valdemar a dupla de defesas centrais do SC Espinho ao longo da época de 1974/75.

Washington fez 24 partidas no Campeonato Nacional da 1ª Divisão ao serviço do SC Espinho, no seu ano de estreia no futebol português, tendo apontado 3 golos na prova. A equipa do SC Espinho é que não foi muito feliz, acabando por ser relegada à 2ª Divisão Nacional, já que não conseguiu escapar ao último lugar da classificação geral.

Permanecendo ao serviço do SC Espinho, Washington jogou a Zona Norte da 2ª Divisão Nacional na temporada der 1975/76. A equipa espinhense não conseguiu o regresso ao convívio dos grandes acabando por terminar a prova somente no 9º lugar da tabela classificativa.

Apesar de um ano no segundo escalão do futebol nacional, as capacidades do defesa Washington conseguiram convencer, no caso, o Varzim SC, um clube a militar na 1ª Divisão Nacional, que o contratou no inicio da época de 1976/77. Começava aqui e assim uma relação historia entre o defesa brasileiro Washington e o popular clube da Povoa do Varzim.
Este ingresso no Varzim SC significava, então, o regresso de Washington à 1ª Divisão Nacional. Durante a temporada de 1976/77, onde a equipa varzinista, comandada por António Teixeira, foi uma das sensações da época, o defesa Washington jogou 19 jogos no Campeonato Nacional da 1ª Divisão, sem marcar qualquer golo.

(Equipa do Varzim SC na época de 1976/77)

(No Varzim SC na temporada de 1976/77)

(Washington no Varzim SC)

(Wasington com o equipamento alternativo do Varzim SC)

(Em 1976/77 como suplente do Varzim SC)


(No Varzim SC na época de 1976/77)

Não sendo considerado titular indiscutível, logo no final da temporada de 1976/77 deixou a Povoa do Varzim e foi reforçar o arqui-rival Rio Ave FC, a militar na 2ª Divisão Nacional, Zona Norte, na época de 1977/78.

Realizou uma excelente temporada ao serviço do clube verde branco, pelo que, regressou novamente à equipa do Varzim SC na temporada de 1978/79. Mais uma fantástica temporada da equipa poveira no Campeonato Nacional da 1ª Divisão, ainda sob a alçada técnica de António Teixeira, alcançando agora a proeza de terminar a principal competição nacional no 5º lugar da classificação geral.


(Plantel do Varzim SC na temporada de 1978/79)


(Washington no Varzim SC)

Desta feita, Washington foi, praticamente, sempre titular na equipa do Varzim SC. Jogou 23 jogos no nacional maior e marcou 2 golos na competição. Um desses tentos apontados pelo defesa Washington, curiosamente, foi marcado frente ao Vitoria SC, como o golo do triunfo logo na jornada inaugural do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de 1978/78.

No Estádio da Povoa do Varzim, a equipa varzinista e o Vitoria SC davam o arranque oficial para a principal competição nacional de futebol. Numa tarde de Agosto de 1978, de intenso sol de verão e num recinto repleto de adeptos vitorianos, a equipa vimaranense, com grande objectivos para aquela época, não conseguiu obter um resultado positivo.


(Equipa do Varzim SC na época de 1978/79)

(Washington no Varzim SC)

O Varzim SC acabou por vencer o Vitoria SC por 1-0, com um golo marcado pelo defesa brasileiro Washington, que acabou sendo considerado com um dos melhores jogadores em campo.

O golo decisivo, como se disse, foi apontado por Washington à passagem do minuto 62, na conversão de um livre directo na zona frontal à baliza do Vitoria SC. Washington desferiu um violento remate que bateu, de forma indefensável, o guardião vitoriano Melo.

(Equipa do Varzim SC na época de 1978/79)
.
Alem da potência do seu remate, Washington era um defesa muito famoso, essencialmente, pela forte compleição física e capacidade de choque. Intransponível no jogo aéreo, combativo e duro na marcação, este defesa brasileiro típico era, contudo, lento o que lhe causava sempre inúmeras dificuldades quando o adversário era um jogador rápido.
.
Algo surpreendentemente, Washington deixou novamente o Varzim SC no final da fantástica época de 1978/79 para regressar ao Rio Ave FC, agora a militar também na 1ª Divisão Nacional depois de vencer a denominada Liguilha de acesso ao primeiro escalão.

Foi, contudo, uma época conturbada para o clube vilacondense que redundou na descida de divisão, fruto do último lugar na tabela classificativa da 1ª Divisão Nacional portuguesa.

Entre vários técnicos que passaram pelo comando da equipa nenhum fez de Washington um titular indiscutível, por isso, o experiente defesa brasileiro jogou somente 16 jogos no Campeonato Nacional da 1ª Divisão de 1979/80, não tendo apontado qualquer golo.

No final da época de 1979/80 deu-se nova mudança de clube para Washington. Agora, foi jogar para a 3ª Divisão Nacional, Série B, reforçando a equipa do Lusitânia FC, o clube de Lourosa que tinha acabado de descer da 2ª Divisão Nacional ao terceiro escalão do futebol português.

A equipa de Lourosa apostava fortemente no regresso ao segundo escalão, contratando, para o efeito, vários jogadores experientes e com qualidade bem superior aquele patamar.

Não foi, porém, bem sucedido o Lusitânia FC na temporada de 1980/81, acabando a época apenas na 3ª posição da tabela classificativa da sua série, não conseguindo assim o tão ansiado regresso à 2ª Divisão Nacional.

Era, contudo, claro que Washington não era um jogador para actuar naquele escalão. Apesar dos 34 anos de idade o jogador ainda daria mostras que tinha capacidade suficiente para actuar noutro nível.

Surge então, novamente, no Varzim SC no início da época de 1981/82. Disputando a Zona Norte da 2ª Divisão Nacional, numa luta titânica com o SC Salgueiros pelo 1º lugar, Washington foi decisivo para o sucesso da equipa poveira.

O 1º lugar na classificação final da Zona Norte da 2ª Divisão Nacional permitiu ao Varzim SC e ao brasileiro Washington o regresso ao convívio dos grandes do futebol português.


(Plantel do Varzim SC na época de 1981/82)


(Washington no Varzim SC)


(Equipa do Varzim SC na temporada de 1981/82)


(Novamente no Varzim SC)



(Equipa do Varzim SC na temporada de 1981/82)

Na época de 1982/83 e na seguinte de 1983/84, Washington formou com o ex vitoriano Torres uma dupla de defesas centrais de grande categoria. Em ambas as temporadas o Varzim SC conseguiu a manutenção no primeiro escalão nacional.

Apesar da veterania, Washington foi sempre titular indiscutível na equipa poveira. Na temporada de 1982/83, a época do regresso à 1ª Divisão Nacional, Washington jogou 30 jogos e apontou 1 golo, revelando um jogador importantíssimo na carreira da equipa, sendo, juntamente com o guardião Lúcio e o jogador Vitorino, totalistas no Varzim SC.


(Plantel do Varzim SC na época de 1982/83)



(Washington no Estádio da Luz em 1982/83)



(Jogadores do Varzim SC na época de 1982/83)

A época correu com relativa normalidade até à penúltima jornada, altura em que, quando nada fazia prever pela temporada que a equipa vinha realizando, o Varzim SC viu-se em riscos de descer de divisão.
Após cinco derrotas consecutivas, o Varzim SC apenas na última jornada da prova conseguiria garantir, matematicamente, a manutenção na 1ª Divisão Nacional, afinal, o grande objectivo do clube.


(Equipa do Varzim SC na época de 1982/83)


(Washington no Varzim SC)

(Washington liderando o grupo durante um treino)

Já naquela que foi a ultima temporada de Washington como futebolista profissional no Varzim SC, em 1983/84, o clube poveiro voltou a ser uma das boas sensações do Campeonato Nacional da 1ª Divisão.

Sob o comando técnico de José Torres, o Varzim SC classificou-se no 8º lugar da principal competição nacional, enquanto o veterano Washington tornou a ser fundamental na campanha da equipa, actuando em 25 jogos da prova e apontado 1 golo.


(Plantel do Varzim SC na época de 1983/84)


(Washington no Estádio da Povoa de Varzim)

(Em acção ao serviço do Varzim SC)


(Plantel do Varzim SC na temporada de 1983/84)

(No Varzim SC na época de 1983/84)


(Washington no Varzim SC)


(Equipa do Varzim SC na temporada de 1983/84)


(Caricatura de Washington com as cores do Varzim SC)

Terminada a carreira de futebolista, Washington passou às funções de treinador. Comandou pequenos clubes da zona norte do país, como o SC Vianense em 1999/00 ou o FC Tirsense na temporada de 1997/98, mas seria ao serviço do Varzim SC, essencialmente, na formação, que o brasileiro, agora naturalizado português, mais dedicou toda a sua experiência como futebolista.

(Washington)

O seu nome voltou a estar na ribalta do futebol português quando os seus filhos, Geraldo e o internacional “A” Bruno Alves, sobretudo este último, tornaram-se famosos, aparecendo então Washington, não apenas como pai destes jogadores, mas também como empresário.

(Washington com os filhos Bruno e Geraldo)

(Washington)

Retirado do Blog Glorias do Passado

9 comentários:

Anónimo disse...

O Varzim nessa altura tinha uma grande equipa.
E obtiveram a melhor classificação de sempre...
Grande Varzim!!!
O TEU LUGAR É NA 1ª LIGA.

Anónimo disse...

O Washington era um jogador maldoso, que nunca fez nada na vida e que agora vive à custa dos filhos.

Como treinador não percebe nada de nada.

É um bom Chu....

Preto No Branco disse...

Grande central, conhecido pelo seu mau feitio. Mas com uma raça incrível. Lembro-me dele já em fim de carreira.
Continua a publicar estas memórias para que nos dêem o alento necessário para enfrentarmos as nossas dificuldades.
E não ligues àqueles que usam a nossa história e o nosso passado de glória como arma de arremesso contra tudo e contra todos. Recordar a memória do nosso clube não é um exclusivo de meia dúzia de palermas que se julgam os mais sabedores de tudo o que acontece no nosso clube. Dessas tribunas (ou tribunais) estão os varzinistas cheios. Só esses oscares da diarreira mental é que não.

Anónimo disse...

Essa gente deve ter é dor de cotovelo.
Tende vergonha!!!

FutebolStorming disse...

Do passado ao presente! Apresentamos no nosso blog uma entrevista a Campinho..um dos rostos mais acarinhados do actual Varzim! Não percam!

http://futebolstorming.blogspot.com

Golo disse...

Meu eu meti o teu blogue no meu podes meter o meu no teu.

e preciso de ajuda podes dizer como meter a Radio onda viva no meu blogue

antonio disse...

desculpem, nao vejo nada aqui sobre uma gloria passada muito importante para o varzim Antonio cacheira nao percebo pk? neste momento tou a fazer um trabalho para faculdade sobre glorias passadas do varzim? sera que me podia ajudar a darem-me mais informaçao sobre cacheira? sf

lobos do mar disse...

Em breve colocarei um post sobre o Cacheira.

antonio disse...

Muito obrigada, ajudara muito para o meu trabalho. vARZIM ATE MORRRER