15 de dezembro de 2010

Triste sina a nossa

Nunca um empate soube tanto a triunfo. Não apenas por ter sido na casa do líder do campeonato, não apenas pela recuperação estonteante conseguida quase até ao último fôlego. A igualdade alcançada em Arouca foi a melhor resposta que o plantel do Varzim deu ao renascer da crise salarial. Há três meses que os jogadores não recebem e o clube regressa às páginas da imprensa rotulado de incumpridor. É recorrente! É uma vergonha indescritível! É um desespero para quem tem a sua vida organizada a contar com o ordenado ao fim do mês! Neste momento, eu estou com eles... jogadores, equipa técnica, funcionários que, época atrás de época, sofrem esta situação. Não nos admiremos que o mercado de Inverno faça voar uns quantos talentos a troco de esmolas que outros, com mais poder financeiro que nós, estiverem dispostos a pagar. O interesse por Neto é um aviso de um descalabro que pode muito bem concretizar-se. Felizmente, ou infelizmente, abundam no nosso plantel muitos nomes que já aguçaram o interesse de clubes, tanto da II como da I Liga.
É realmente triste estarmos nesta situação outra vez. Faz lembrar o amargo de boca que foi a venda do Yazalde ao Braga (depois emprestado ao Rio Ave), justamente num momento em que o balneário também enfrentava dificuldades, paliadas por um desempenho desportivo satisfatório. É triste que este Varzim que tantos talentos deu (e dá) ao futebol nacional não seja um referencial de estabilidade e ande envergonhado e pequenino nas notícias dos jornais e das rádios, já não apenas locais.
E a culpa de tudo isto é de quem? Seguramente não é dos jogadores que querem receber! E não há ninguém que tenha o direito de fazer passar essa mensagem cá para fora. O Varzim é uma entidade patronal de atletas profissionais. Olhando ao que se passa presentemente, parece que não, mas é. E como tal, está obrigado ao estrito cumprimento das cláusulas contratuais, em que se inclui - como a mais importante de todas - o pagamento das prestações salariais a jogadores, equipa técnica e demais funcionários.
Fazendo fé no que seu leu aqui há umas semanas (aparentemente existia um acordo entre jogadores e direcção para que não se falasse deste assunto), parece-me estranho este pacto de silêncio. Alfredo Costa, ofendido com a infidelidade de uns quantos elementos do plantel, declarou-se apunhalado pelas costas, porque quem falou fê-lo antes do tempo. Caro Alfredo, com todo o respeito, diga-me: então quem é que lhes paga as prestações da casa, da água, da luz, do gás, do infantário dos filhos e até, porque não, as extravagâncias a que qualquer trabalhador, comum mortal deste mundo, tem direito?
E depois, o reverso da medalha. Soa-me estranho que alguém no plantel tenha 'assinado' este compromisso silencioso, mas vejo com agrado a solidariedade manifestada pelo técnico Eduardo Esteves que, ao contrário do que aconteceu na época transacta, (deixando ao plantel a iniciativa de pronunciar por sua conta e risco em conferências de imprensa que metiam dó, tal era o isolamento e o desespero a que estava votado), se uniu aos atletas.
Acredito mesmo que esta atitude louvável do líder do grupo de trabalho é o que ainda lhes dá o alento para lutarem por este emblema, rubricando exibições que fazem ver aos candidatos à subida.
Mas estes são tempos tristes. Fazem lembrar as estampas que nos expunham ao ridículo... o clube profissional onde os jogadores com ordenados em atraso se alimentavam de bolachas. Intolerável chacota nacional que agora se retoma. Sabíamos que a bomba rebentaria mais cedo ou mais tarde. E rebentou precisamente numa altura em que o desempenho desportivo da equipa é absolutamente exemplar.
Parece que não conseguimos ter duas ou três semanas consecutivas de sucesso sem que pelo meio haja uma bronca das grossas. Do poder político, o discurso é o de sempre. De pés e mãos atados por força da lei, Macedo Vieira não pode fazer mais nada senão lamentar. De Lopes de Castro sabe-se que está cansado, que sairá assim que o problema dos salários esteja resolvido (arrisca-se a ficar lá eternamente) e que um dia vai meter a boca no trombone para denunciar a gestão danosa do passado. E do tecido empresarial poveiro espera-se resposta afirmativa à campanha sócio-empresa. É nisso que ainda reside a minha última e ténue e esperança numa salvação deste clube quase centenário. Os sócios com as quotas em dia pouco mais podem fazer. Indignados, preocupados, desiludidos (é assim que me sinto) com o estado a que isto chegou parecem ouvir ao longe os acordes de um Requiem pelo Varzim, há muito anunciado.
O futuro joga-se dia a dia. A partir de hoje, restam-nos duas semanas até que expire a prorrogação do prazo dado pela Liga para afastarmos, pelo menos temporariamente, mais esta tormenta. A partir daí, arriscamo-nos a perder até seis preciosos pontos. Uma suprema injustiça para a dedicação destes miúdos que, domingo a domingo, nos dão o prazer e a alegria de ver o quanto se joga bem à bola, com a raça e a determinação que só no Varzim conhecemos, contra todas as dificuldades.
Sei que está ao alcance deles vencer outra vez já este fim-de-semana diante desse Covilhã de boa memória com quem festejámos na derradeira jornada da época anterior uma manutenção sofrida. Um golo basta e valor não falta aos nossos bravos!
Quanto ao resto, é viver um dia de cada vez e ter esperança… talvez a maior virtude de qualquer varzinista que se preze.

26 comentários:

Anónimo disse...

Óh meu ...para que santo tás a pedir? escreves bem e com verdade mas falta o resto meu caro... candidata-te ao lugar do Lopenhos e serás o maior da tua terra

Preto No Branco disse...

Já começou o passeio da parvalheira?

Anónimo disse...

Lindo texto...faz nos lembrar o quanto ainda somos grandes apesar de tudo k se tem passado!temos o nosso prestigo a defender e temos k continuar a lutar...Só kem passa por esse club tem a perfeita noçao de como somos respeitados...NAO ES GRANDE VARZIM! ES ENORME!!

POSSO ESTAR A SER INOCENTE... MAS AINDA ACREDITO K VAMOS VOLTAR A ESTAR ONDE MERCEMOS...
FORÇA

lobos do mar disse...

Boa noite,

É isso mesmo caro amigo, é preciso ter fé e esperança.
Depois da tempestade vem a Bonança!

Abraço,
Lobos do Mar

Anónimo disse...

um texto muito bem escrito ,que da para pensar bem na situaçao que se encontra o nosso varzim ,e uma coisa é certa nao é com piadas tristes que as coisas se vao resolver ,mas sim com ajuda de todos que gostam do varzim e nao perdem a esperança que um dia as coisas vao melhorar,força varzim .

Anónimo disse...

Este texto retrata mesmo o quotidiano do nosso Varzim!!
Tenho a esperança bem viva dentro de mim e tal como todos os Varzinistas que nao ha mal que sempre dure por isso sonho como muitos em voltar aos grandes palcos,a viver tardes e noites de GRANDE ALEGRIA...tudo a que nós merecemos!


FORÇA VARZIM!!!!

Eurico José A. Cunha disse...

Passamos anos a fio encatrafiados em livros e modelos económicos, mas logo a seguir acontecem fenómenos que nem um próprio Adam Smith seria capaz de os justificar...
O Varzim é um fenómeno desse género. Acontece que não é dificil de ver a razão pela qual chegamos a este ponto. Por acaso é a mesma pela qual ainda à poucas semanas pairava a dúvida de quando chegaria o FMI cá.
Tou em dúvida se o esforço de todos os corpos directivos serão suficientes para garantir a subsistência do Varzim. São já muitos anos de Administração irresponsável! Neste momento existem poucos possibilidades, uma é com milagres, a outra é ter pessoas competentes a capazes que decidam de forma pensada e estratégica, o rumo para este nosso clube.
Os jornais já fazem de nós um Campo Maiorense ou Salgueiros. A visão de cá de fora, é que os presidentes no Varzim são oportunistas! Será isto correcto? mas como poderá o Varzim atrair investimento se a imagem para cá para fora é esta?

A minha opinião é simples e directa: "Um Novo Rumo"
Assimilar o que fizemos de bom nesta época, dar continuidade a isso. Mas antes é preciso reformar toda a administração. É necessário escolher alguém para ir para o Varzim, mas não falo em uma pessoa, falo em um grupo de pessoas influentes com capacidade de atrair investimento...

acontece que essas pessoas não querem o Varzim. A pergunta aqui é: Porquê?

redboysonfire@sapo.pt disse...

CONTARTO 2010/2011

Depois de uma séria e cautelosa consideração
quero notificar-te que o nosso
"contrato de amizade" foi renovado
para o Ano 2011.

Nunca desvalorizes ninguém,
guarda cada pessoa perto do teu coração
porque um dia podes acordar e perceber
que perdes-te um diamante
enquanto estavas ocupado
a coleccionar pedras.

É por isso que deixo esta mensagem
para todos os meus amigos
que não quero perder em 2011.

VOTOS DE UMAS FESTAS FELIZES
E CHEIA DE PAZ E HARMONIA

RED BOYS ON FIRE

CDF disse...

Depois de ler o comentário do Eurico Cunha, diria nem mais...

Tem toda a razão e esse é o grande mistério...

Anónimo disse...

... acontece que essas pessoas não querem o Varzim. A pergunta aqui é: Porquê?

óh meu caro sócio EURICO ...não vou ensinar-lhe nada porque não tenho vocação para PROF. O que digo é simples.O futebol ao nivel do Varzim está condenado. Está falido. As empresas não aguentam. As Camaras também não. O futebol de II Liga não pode existir com o actual modelo. Resta reformular tudo para que as receitas cubram as despesas. E quem pode ...pode quem não pode arreia. Se as empresas fossem geridas como alguns clubes de futebol, só teriamos os grandes (também devem mas tem receitas e património) e pouco mais. O futebol hoje em dia pouco ou nada produz...veja quando acabar o monopólio da SPORTV penso que em 2012 ou 2013 vão ver onde irão parar a maioria dos clubes.Quanto ao Varzim o problema vem de trás... mas muito de trás...para presidente? só alguém com a capa da casa mãe na Praça do Almada. Se não for assim ninguém aparece porque depois há encargos e outras coisas que não a promoção individual mas a degradação do nome dos que para lá vão...Agora este problema do clube merece um debate a sério e uma reflexão. Falo nisto há uns anos ... talvez mais de vinte...a quem disse e com responsabilidades mandou-me ser internado com caracter de urgencia. Depois disso retirei-me destas lides do futebol e dediquei-me à pesca do robalo...dá mais lucro e não há foras de jogo, penaltis nem cartões vermelhos

Anónimo disse...

O problema dos salários está resolvido.
Descansem que o Varzim não vai perder pontos nenhuns!
É um mistério que quando o varzim tem salários em atraso os jornais toquem os sinos todos e o Sr. Evangelista é logo o primeirinho!
Os outros fartam-se de ter calotes a jogadores e não vejo sinos nemn campaínhas!
Bom...adiante...a verdade é que o problema dos jogadores está resolvido, podem estar descansados e meter os sinos no saco.
Agora também é verdade que ninguém, mas mesmo ninguém, quer saber como se resolveu o problema...isso já não interessa.
Toda a gente bota discurso e tem muitas ideias e são muito inteligentes e mais não sei quê, mas RESOLVER ninguém RESOLVE!
Afinal quem é que resolveu?

Resposta:

OS BURROS QUE LÁ ESTÃO QUE AINDA POR CIMA PASSAM A VIDA A LEVAR PATADAS DOS TAIS INTELIGENTES QUE, EM VEZ DE METER AS MÃOS NA MASSA, FICAM EM CASA SENTADOS NO SOFÁ A ESCREVER LINDAS CARTAS NOS BLOGS,A BATER NO PEITO, MAS SE LHES FOREM PEDIR PARA SE ATREVESSAREM PELO SEU VARZIM, ESTÁ QUIETO!

É POR CAUSA DESSES FILÓSOFOS BARATOS QUE O VARZIM CORRE O RISCO DE FECHAR.
QUANDO OS QUE LÁ ESTÃO A LEVAR O ANDOR ÀS COSTAS SE FOREM EMBORA MESMO, É QUE EU QUERO VER OS FORTALHAÇOS INTELIGENTES E VARZINISTAS.
ATÉ PAGO PARA VER!

APOIEM QUEM LÁ ESTÁ E NÃO SEJAM INGRATOS!

Anónimo disse...

anonimo das 16:36 "OS BURROS QUE ESCREVEM NSO BLOGS"

e tu o que acabaste de fazer ?? LOL antes de escrever pensa !

Anónimo disse...

"e tu o que acabaste de fazer ?? LOL antes de escrever pensa !"


Escrever nos blogs é fazer um TEXTO, pá, não é comentar!
Percebeste agora?
Vê lá se pensas!

Anónimo disse...

Em conversas de cafe disseram me que no ano em que o nosso vizinho rio ave subiu de divisao os jogadores tiveram sem receber durante 4 meses ninguem bufou nada ca para fora e ainda subiram de divisão com dirigentes honestos e jogadores sinceros se fazem grandes feitos este ano podiamos subir de divisao mas ja tou a ver o mesmo esquema de novo .


Força Varzim

Anónimo disse...

Anónimos das 14:59 e 16:36, melhor não podiam ter dito. Vamos ver se há algum iluminado que saiba responder ao que acabaram de dizer. Mas provavelmente vai acontecer o que é normal, ninguém mais diz nada e fingem que não leram o que aqui foi dito. Até que surge uma nova oportunidade para atacar e aparecem todos de novo a disparar em todas as direcções. Vamos aguardar.

Anónimo disse...

Não se esqueçam, que qualquer um pode vir a este blog "meter veneno". Portanto, não vale a pena estarmos discutir uns com os outros, porque o nosso Varzim não ganha nada com isso. Nós tb podemos ir ao blog de outros clubes armar confusão...

ENOT disse...

Um socio como eu não pode fazer mais do que pagar as cotas (em dia), mas esses socios poderosos e com muitos conhecimentos a nivel empresarial (a tal elite) esses sim podem organizar um jantar de angriação de fundos a reverter a favor do clube. Esta na hora de se unirem e nao passar todo tempo a criticar e nao fazer nada, até o clube se afundar e depois não adianta falar mal de ninguem e culpar tudo e todos.
O mal é de quem morre e não de quem fica.

Anónimo disse...

Se todos queremos o bem do nosso Varzim, temos que fazer algo. Obviamente que, angariar no Domingo com o Covilhã, 2.500 € a vender rifas, não vai resolver nenhum problema.Mas, caramba é melhor do que nada... Apesar do razoável trabalho e do esforço desta Direcção e do Sr Lopes de Castro, eu com associado com cativo, nunca fui chamado ou incentivado a ajudar o meu Varzim. Deviam ser mais dinâmicos a angariar fundos, porque temos que nos convencer que hoje em dia os clubes de futebol tem que ser geridos como clubes de bairro. E os clubes de bairro, fazem bailes, rifas, concertos...
Amo de mais este clube para ficar indiferente, e não aceito que nos tirem pontos que tanto nos custou conquistar.

Espero que a Direcção do Varzim tenha alguma acção no terreno para angariar verbas no próximo Domingo.

Anónimo disse...

Peço ao anónimo que alude aos burros que escrevem nos blogs que esclareça o seu ponto de vista: 1. quem são os burros? 2. escrevem neste blog (como sabe, há - pelo menos - mais um)?

Anónimo disse...

Caro anónimo das 22:34 o problema é mesmo esse.. o sócio normal só ajuda o clube se acontecer a iniciativa de outrem "nunca fui chamado ou incentivado a ajudar o meu Varzim"..... de iniciativa própria cansa!!

Anónimo disse...

e Os ordenados dos funcionarios estao resolvidos tambem,alguem me sabe dizer???

Anónimo disse...

meu caro ...se não há dinheiro para os atletas muito menos para os pobres? (alguns ganham muito bem e não é o ordenado minimo) dos funcionários...ou será preciso ir a Coimbra tirar um curso para se perceber isto?...

Anónimo disse...

loool


foram 3 jogadores que furaraM O ACORDO!

e mais nao digo,

vejo liberais aqui a mandar postas, vejo modelos, quadros teoricos e tudo mais. Parece e universidade!



a culpa é do mikika e do paulino

Anónimo disse...

A CULPA DO VARZIM ESTAR COMO ESTÁ NAO É SÓ DESTA DIREÇÃO...A PRINCIPAL RESPONSAVEL É A ANTERIOR DIRECÇAO...A ACTUAL DIRECÇAO NAO IMAGINAVA NO BURACO K SE IA METER...MAS LUTAM...LUTAM E SAO CHAMADOS DE TUDO..DESDE CALOTEIROS A MENTIROSOS...MAS CONTINUAM LÁ...O NOME DELES ANDA NA BOCA DE TODA A GENTE (SÓ PARA DIZER MAL CLARO)...E EU PERGUNTO: QUANTOS CONTINUARIAM?? É DE LOUVAR ESTES HOMENS...PODEM NEM SEMPRE TER TIDO AS MELHORES OPÇÕES MAS LUTAM PAR NAO DEIXAR O NOSSO CLUBE CAIR...

Anónimo disse...

anonimo das 08:13 peço desculpa se a pergunta lhe foi incómoda...apenas a fiz pq o anonimo das 16.36 disse que o problema dos ordenados em atraso estava resolvido...mais 1 vez peço desculpa pela pergunta Sr. Doutor.

Anónimo disse...

foram 3 jogadores que furaraM O ACORDO!

e mais nao digo,

OU TÁS CALADO OU SE SABES DIZ...OS HOMENS DE PALAVRA NUNCA FALHAM ...

TENS MEDO DE DIZERES OS NOMES DOS JOGADORES??

NINGUEM TE BATE PORQUE
AOS ANÓNIMOS NINGUÉM FAZ MAL :::