20 de janeiro de 2013

Ainda não foi desta...

Varzim volta a tropeçar diante os adeptos
 E sobe para sete, os jogos sem vencer. Vida muito difícil, e preocupante para este Varzim, que volta a tropeçar em casa, desta vez frente ao penúltimo classificado, sob um terreno lastimável, que dificultou e muito, a prestação de ambas as equipas. Era muito difícil jogar pelo chão, visto que em algumas zonas do terreno a bola não rolava, e as equipas teriam de jogar mais um futebol aéreo, num jogo presenciado por apenas 400 espectadores.
 A equipa varzinista teve tudo para sair do jogo com os três pontos, e dispôs de oportunidades necessárias para terminar a partida com tranquilidade, mas, mais uma vez, a formação comandada por José Augusto não soube finalizar da melhor forma. Pode-se dizer que o Varzim não venceu por culpa própria, pois a equipa varzinista teve oportunidades suficientes para tal.
 Ainda no decorrer do jogo, ouviram-se alguns apupos ao treinador e ao presidente. De facto, estamos numa situação preocupante, e é necessário dar uma sapatada nesta crise de resultados. Muitos até já dizem que o Varzim está a lutar para não descer. Não quero acreditar, mas por este caminho...


Rui Figueiredo marcou para o Varzim
 Na primeira parte, sinal mais para o Varzim, sem o Padroense criar qualquer situação de perigo para a baliza de Miguel.
 Aos 15m, Rui Figueiredo de um livre à entrada da área, a rematar po cima.
 Dez minutos depois, centro de Tiago Lopes, e Tó Barbosa sozinho a rematar ao lado, com o terreno do jogo a atrabalhar.
 Aos 35m, o Varzim iria chegar ao golo por intermédio de Rui Figueiredo, através de um livre direto do lado direito do ataque poveiro. Um grande golo!
 Ainda antes do intervalo, grande oportunidade para João Carvalho fazer o segundo, mas na altura do remate, o jovem varzinista não consegue concretizar.

Tiago Lopes tenta cabeceamento
Na segunda parte do jogo o Varzim tentou gerir a vantagem, e até podia ampliar, mas mais uma vez João Carvalho não soube concluir da melhor forma, depois de uma defesa incompleta do guardião do Padroense, a um remate forte de Telmo (bom regresso).
A equipa de Padrão da Légua viria chegar ao empate, perto do final da partida, através de uma grande penalidade muito contestada pela turma poveira, depois de Rui Figueiredo ter desviado o esférico com a mão, entende assim o árbitro da partida.
Com este resultado o Varzim desce ao 10º lugar com 20 pontos, menos 10 que o líder Mirandela, que viu adiado o seu jogo em Santo Tirso, devido ao mau tempo.
 O Varzim vai alinhou com: Miguel, Tiago Lopes, Hugo Basto, Telmo, Nelson Agra, Tó Barbosa, Rui Figueiredo, Hugo Lopes, Nelson Campos, João Carvalho e Rui Coentrão.
 Jogaram ainda: Nani e Zé Diogo.

1 comentário:

joao pedro rodrigues disse...

Boa noite gostaria de deixar a seguinte reflexao o que é que este treinador trouxe ao varzim? penso que o trabalho do Octávio e do João Mota estava a ser muito valido.

Ainda por cima este é primo do presidente....o que é isto? ao que chegou o nosso varzim.

Boa sorte para o proximo jogo.